sábado, 26 de maio de 2012

10 JOGOS "INDIES" PARA VOCÊ SE DIVERTIR!

Nos últimos anos, os produtores independentes de jogos têm criado verdadeiras obras de arte. Alguns jogos alcançaram sucesso tão grande, que as grandes empresas do ramo acabaram contratando seus criadores ou comprando seus direitos autorais e de distribuição.

Para o restinho deste ano de 2012, temos muitas novidades dessa vertente, como os jogos do indie GRYZOR, já mostrados neste blog. Eis então, 10 bons jogos indies que valem a pena jogar: A ordem apresentada é aleatória, não há uma conotação de melhor ou pior.

1 - HYPER WARS - The Mega Firestorm - Os gráficos desse jogo lembram os jogos de Game Boy monocromático. De autoria do estúdio Pixel Prospector, esse jogo é muito simples, bonito e divertido de se jogar. O esquema é simples, bem ao estilo Game Boy: um botão para tiro e setas para controlar. O objetivo? Destruir tudo o que vier pela frente. Simplesmente clássico. As telas entre fases mostram animações e diálogos muito divertidos, cheios de palavrões apimentados e frases de efeito. Os chefões são bem duros de matar, e, digamos, chegar até eles já é um trabalho bem difícil, heheh! O jogo ainda tem um esquema de seleção de cores, para mudar a cor dominante, que varia entre amarelo, sépia, verde e cyano.

 Olha só! Novo jogo para Game Boy! - É mentira! É um jogo indie!

Um piloto muito escroto, com uma boca muito suja - mas o jogo incrivelmente divertido!

 
Download: http://www.pixelprospector.com/hyper-wars-the-mega-firestorm/

2 - ABSOLUTE BLUE - Distribuído pelo mesmo estúdio Pixel Prospector, esse "shooter" horizontal é bem divertido, tem ótimos gráficos e contém vários elementos clássicos do gênero, como "power-ups", passagens estreitas, muitos inimigos, e uma história bacaninha. A versão completa custa cerca de €4.99.

Uma das belas fases do jogo

 Bela arte da tela título

 
ou 

3 - AERO FLUX - Feito em Game Maker, este jogo, ainda em produção, parece uma mistura de jogo de nave com RPG, devido aos gráficos característicos daquele gênero de jogo. Mas as semelhanças páram por aí. O jogo tem boa trilha sonora, excelentes gráficos "animadinhos", mulheres sensuais, chefões aloprados, muita bala na tela e todas essas coisas que nos fazem gostar de jogos de nave, hehehe! Pelo sotaque do narrador do video, o qual creio ser o autor, trata-se de uma produção francesa.

Uau!

Mamma mia!

Corre, Bino!

Escolha sua garota!

Pegue bala!

Que danado é esse bicho feio?

 

4 - CHAOS STREAM - Esse jogo é odiado por uns e amado por outros. Seus gráficos são compostos por elementos de texto, em ASCII, como se fosse feito em Basic ou DOS. Logo, quem está acostumado aos hiper-mega-super gráficos 3D renderizados simplesmente torce o nariz para jogos que não sigam essa tendência. Mas isso é um fato que não esmorece os verdadeiros amantes dos jogos de nave, porque o que importa é o conjunto da obra e não apenas a sua aparência. Em jogos, apenas a beleza não põe mesa. E mesmo assim, o jogo não é feio, apenas diferente. É um jogo vale a pena conhecer. O jogo foi desenvolvido pela Stargoat Games (Melbourne, Victoria - Australia).

 Olha a onda!

Inimigos muito loucos!

Chefes durões!


5 -  ALIEN ASSAULT - Mais um belo jogo pixelado. Jogadores "hardcore" considerá-lo-ão muito fácil,. Talvez seja um jogo mais adequado para quem só joga ocasionalmente. Independentemente disso, a apresentação geral  e polida do jogo (com as suas raízes firmemente plantadas em épocas retro) é cativante.

Os aliens estão chegando!

Bobeou, dançou!

 

6 -  PROJECT F-60 - Outro jogo de visual retrô, segue bem a linha de clássicos como Gradius e Thunder Force, porém, sem a agressividade daqueles. O ritmo do jogo é calmo, a dificuldade é mediana. A trilha sonora é adequada ao estilo de jogo, sem maiores surpresas.



ou

7 - SATAZIUS - O cruzador Agano estava em patrulha quando foi atacado e atingido por uma confederação de piratas espaciais que haviam estabelecido uma base em SATAZIUS. Os piratas atacaram o Agano com a intenção de roubar a nave de assalto "Trafalgar" que estava guardada a bordo do Agano, mas a Trafalgar fez uma saída de emergência bem-sucedida. É um jogo muito difícil se você é novato no gênero, tornou-se um clássico! Distribuído com apoio da Capcom, esse é um excelente jogo horizontal. Muitas armas, muitos inimigos, velocidade alucinante, dificuldade gradativa, gráficos empolgantes, não adianta explicar, JOGUE! A versão completa custa U$ 5,99 na Capcom Store. Mas antes de encarar a missão, você precisará dos seguintes pré-requisitos:

Hardware
-OS: Windows 7 Home Premium x64 (também roda no XP)
-MB: Gigabyte GA-MA770T-UD3
-CPU: AMD Phenom II X4 965 3,4GHz
-GPU: Gainward GeForce GTX 570 Phantom (eu uso uma GeForce 7300-SE)
-RAM: G-Skill 4x2GB DDR3 1333MHz (testei com um único pente de 2gb e rodou bem)

 Robôs gigantes! Uuuuiaa!

Explosões pavorosas!

Chefes desafiadores!

 

8 - SUPER EUROJETSuper Eurojet é um "shoot-em-up" 2D ao estilo de Gradius e R-Type, onde o jogador controla um jato voando que viaja através de enxames de fogo inimigo. Super Eurojet foi criado em três dias por Eric Ruth Games e foi lançado no verão de 2008. Feito em Game Maker. Possui incrível trilha sonora, muita gente aí na sua casa vai dançar, enquanto você manda chumbo quente nos inimigos!!
 
 Ai, ai, ai, ai, ai....


9 - SPACE IMPAKTO - Creio que tudo oque eu disse sobre SATAZIUS aplica-se perfeitamente a esse jogo.

Rodando no Nintendo DS


A versão para PC não tem som...

 

10 - RAZOR 2 - HIDDEN SKIES - O ano é 2027. A Amazônia não resistiu aos constantes desmatamentos e com a pior a do clima a nossa floresta se transformou num deserto. Além disso, fomos invadidos por diversas outras superpotências e agora só nos resta uma única alternativa: enfrentar a tudo e a todos para recuperar as bases em território nacional.

Esta é a trama do jogo Razor 2: Hidden Skies, jogo de tiro e naves espaciais criado por uma equipe de brasileiros e disponível para download em versão DEMO. Com uma trilha sonora orquestrada inspirada em Star Wars, o jogo lembra outros belos títulos da época dos 16 bits, mas com gráficos e visual refinados.
A instalação do game é simples. Basta fazer o download do aplicativo e dar um duplo clique sobre o arquivo executável. Um ícone de atalho é criado na área de trabalho. A versão DEMO disponibiliza apenas uma fase para o usuário. É pouco, mas é o suficiente para conhecer o estilo do jogo e um pouco de sua jogabilidade.

Belíssimo visual

Lembra um pouco Star Sword...

 

Longe de querer dar conotação a um ou a outro jogo, como sendo melhor ou pior, aí estão dez bons jogos para divertir a família.

7 comentários:

  1. Muito bom o artigo.

    Eu joguei Absolute Blue e não gostei muito. O Space Impakto é bem divertido.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Blz, sensei! Daqui a alguns dias tem mais 10 indies para você se divertir!

    ResponderExcluir
  4. Acabei de dar uma boa olhada na primeira metade, amanhã olho a segunda e digo qual foi meu favorito!

    ResponderExcluir
  5. Que config são essas pro Satazius? Ele é levinho, nem precisa daquilo tudo não. Mas é muito bom e fica ótimo na minha LG 32pol HD.

    ResponderExcluir
  6. Jet, as configurações postadas foram fornecidas pelos distribuidores do jogo.

    ResponderExcluir